Créditos; Rod Mar.

Olá, 12s!

Esse é o terceiro e último artigo da série que trata do elenco do nosso Seattle Seahawks para a temporada 2020 da NFL. No primeiro artigo falamos sobre o time de ataque, as posições no campo e as peças disponíveis. Da mesma forma, no segundo artigo cobrimos a unidade de defesa. Espero que tenha ficado mais claro para você, torcedor do Seahawks, onde cada um joga e quem faz o quê. Neste último artigo vamos abordar o time de especialistas, ou em inglês Special Team.

Leia mais:

Primeiro ponto que precisamos esclarecer: quando estes times entram em campo. Como você provavelmente sabe (se não sabe a gente explica), o time de ataque possui quatro tentativas, também chamada de “descidas” ou downs, para avançar 10 jardas. Na quarta tentativa, se o ataque não conseguir avançar as 10 jardas, a bola fica no mesmo lugar da tentativa anterior, porém com o time adversário. Então o mais comum é acontecer uma dessas duas situações:

  1. Caso o ataque esteja próximo da endzone do adversário, pode-se tentar o field goal, e em caso de sucesso equivale a três pontos; ou
  2. Caso o ataque esteja fora da área de field goal, o time que tem a bola quer que o seu adversário retome a bola o mais longe possível da sua própria endzone, e para isso utiliza-se do punt.

Em ambas situações, o time que tem a posse de bola utiliza jogadores com habilidades bem particulares a estes momentos: punt ou field goal. Outro momento em que esse time entra em campo são nos momentos de Kick off, ou seja, no ínicio de cada tempo e após cada pontuação efetuada.

O primeiro “especialista” que vamos elencar é o Long Snaper (LS), que é o jogador que faz o snap, ou seja, aquele primeiro passe ou toque na bola. Tanto no caso do punt quanto no do field goal é um passe que precisa ser mais longo do que o normal. No caso do punt, após o snap, o próprio Punter (P) pega a bola e chuta para o mais longe possível.

Em casos de field goal, o objetivo é chutar a bola entre as traves do “Y”. O snap é feito para o Holder (H) que pega a bola, coloca uma das extremidades da bola tocando o chão e fica segurando na outra extremidade para o Kicker (K) poder executar o chute. Normalmente a função de holder é exercida pelo próprio punter.

As outras oito vagas do time são exercidas por jogadores dos times de ataque e/ou defesa juntos e misturados. Normalmente os mais rápidos pois na maioria das vezes eles precisam atravessar o campo para tentar bloquear o time que está retornando com a bola.

Da perspectiva do time que recebe a bola numa situação de punt ou kick off, temos a função do returner (ou retornador, em tradução livre). Ele é responsável por pegar a bola após o chute e avançar o maior número de jardas possível. Caso ele opte por não retornar, ele deve sinalizar o fair catch e o seu QB retomará o jogo do ponto onde o returner pegou a bola. Normalmente o returner é um WR ou RB do time de ataque. Também é comum vermos mais de um jogador exercer essa função durante o jogo.

O time de especialistas é um ponto crucial em qualquer time. Esses times podem fazer verdadeiros estragos tanto positivamente quanto negativamente. Mas vamos guardar isso para um próximo artigo. Espero que o nosso time de especialistas possa mandar muito bem neste ano. Go Hawks!

O elenco do Seattle Seahawks para a temporada 2020 – Especialistas
Tags:             
Avatar

Pejota

Apenas um cara que curte futebol americano (da bola oval), NFL Fantasy e futebol (da bola redonda). ​Não necessariamente nessa ordem. Torcedor do Seattle Seahawks, Vasco da Gama e Seattle Sounders.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.